Discos para descobrir em casa – 'Quando o canto é reza', Roberta Sá & Trio Madeira Brasil, 2010

♪ DISCOS PARA DESCOBRIR EM CASA – Quando o canto é reza – Canções de Roque Ferreira, Roberta Sá & Trio Madeira Brasil, 2010

♪ Em março de 2010, Roberta Sá ainda saboreava o sucesso do disco e show Que belo estranho para se ter alegria (2007) quando foi para o estúdio gravar Quando o canto é reza, o álbum mais audacioso de carreira que ganhara o primeiro impulso há sete anos com luminosa gravação do samba A vizinha do lado (Dorival Caymmi, 1946) para a trilha sonora da novela Celebridade (TV Globo, 2003 / 2004).

Cantora de origem potiguar, Roberta Sá entrou em estúdio do Rio de Janeiro (RJ) – cidade para onde migrara aos nove anos com a família, vinda de Natal (RN), onde nasceu em dezembro de 1980 – com o Trio Madeira Brasil para corajosamente fazer disco somente com músicas de Roque Ferreira.

Baiano nascido em março de 1947 na litorânea cidade de Nazaré das Farinhas (BA), de onde se mudou para Salvador (BA) aos dez anos, o compositor Roque Augusto Ferreira foi lançado em 1979 na voz de Clara Nunes (1942 – 1983) e teve músicas gravadas com sucesso por Zeca Pagodinho nos anos 1990.


Contudo, o compositor precisou esperar até os anos 2000 para ser cultuado por lapidar obra autoral fincada no samba de matriz afro-brasileira, mas com extensão para ritmos nordestinos como chula, coco, ijexá e ciranda. Obra que identifica Roque Ferreira como único legítimo seguidor de Dorival Caymmi (1914 – 2008) no mar profundo da música brasileira.

A partir de 2004, ano em que o artista lançou o álbum solo Tem samba no mar e ano também em que a cantora baiana Mariene de Castro pediu passagem com o disco Abre caminho, repleto de músicas do compositor, Roque Ferreira foi descoberto por vozes da MPB. Maria Bethânia passou a gravá-lo com regularidade e ampliou a visibilidade do artista.

Já seduzida pela arquitetura do cancioneiro do compositor desde 2004, Roberta Sá incluiu um então inédito samba de Roque, Laranjeira, no repertório de Que belo estranho dia para se ter alegria, álbum que consolidou o sucesso obtido pela cantora com o primeiro álbum oficial da discografia, Braseiro, lançado em 2005.

No mesmo ano de 2007 em que lançou o CD Que belo estranho dia para se ter alegria, Roberta gravou com o Trio Madeira Brasil outro samba de Roque, Afefé, para o disco coletivo Samba novo, editado naquele ano.

Destaque de Samba novo, a gravação de Afefé deu a pista certeira do tom sofisticado de Quando o canto é reza – Canções de Roque Ferreira, álbum lançado em agosto de 2010 com ilustrações de Filipe Jardim na luva que cobria a embalagem de formato digipack, na capa interna, na contracapa e no encarte. fonte G1



Categoria:Intretenimento