Tico anuncia live do Detonautas e conta como enfrenta quarentena

Na noite desta quinta-feira (14), o Detonautas Roque Clube realiza a primeira live da banda durante a pandemia do novo coronavírus.

Longe dos palcos desde que as medidas de isolamento social foram impostas de maneira oficial, o grupo carioca tem aproveitado o momento para compor e gravar músicas novas.

Tico Santa Cruz, líder da banda, explica que, apesar de todos integrantes agora conseguirem trabalhar bem à distância, o início dessa nova realidade não foi fácil.

O cantor revela que ficou tão desesperado, que quase desenvolveu um quadro de crise de pânico, tendo que, inclusive, buscar ajuda profissional.

Aos poucos, ele superou o problema e a banda encontrou caminhos para enfrentar essa fase com os menores impactos negativos possíveis sobre agenda, produtividade e faturamento. "O início da querentena foi bem complicado. Os primeiros dez dias foram assustadores. Eu tive que procurar terapeuta porque quase desenvolvi crise de pânico no começo. Foi difícil saber como iríamos conseguir nos organizar com escola, filhos e a renda dessa nova realidade", explica.

"Com o tempo, fomos conseguindo adaptar a rotina da banda e da nossa casa. Aqui, tínhamos só uma diarista, que nem está vindo e estamos colaborando com ela, para que não fique desassistida", complementa.

Além dessas questões relativas à administração do imóvel e da carreira da banda, Tico e a mulher, Luciana Rocha, precisam tomar cuidado redobrado, pois são pais de duas crianças que estão em grupo de risco para a covid-19. "Tenho dois filhos asmáticos. Então temos que limpar a casa de forma ampla todos os dias. É desgastante", comenta.

Artistas de pop rock explicam como pandemia afeta as carreiras

Artista há 23 anos, Tico explica que desde 97 não passa mais do que 15 dias em casa. E que, agora, com quase dois meses de confinamento, a família também aprendeu a se conhecer e se entender melhor. "A convivência familiar também é nova. Então, estamos nos redescobrindo. Tem 50 dias que estou em casa com a família e nunca fiquei mais de 15 sem estar na estrada ou em estúdio. Existem limitações normais de convívio coletivo, mas temos levado", garante o músico.

Mas a música não fica de lado mesmo com todas essas tarefas acumuladas. A banda já gravou duas novas músicas, com previsão de lançamento para breve. "Tenho composto. Vamos lançar Fica Bem logo mais. Cada um gravou de sua casa os instrumentos e o Marcelo Sussekind mixou. Vamos gravar clipe nesses esquema também", adianta.

Antes da música ser lançada oficialmente, o Detonautas fará uma live às 22h desta quinta-feira (14), um show que, segundo palavras de Tico, "tem o propósito de levar a mensagem sobre questões emocionais e bem-estar para fãs". "Escolhemos a faixa das 22h, que não é tão tradicional entre as lives, mas nossa proposta também não é promover churrasco e nem bebedeira. Queremos levar mensagem positiva, um encontro ecumênico com rock", rotula o músico.

Apenas três dos seis músicos do Detonautas estarão presentes na apresentação, que terá formato acústico e apenas violões. "São três violões acústicos, que é um formato que já funciona bem com a banda. Seremos só nós três por questões de segurança, respeitando as normas da OMS e esperamos que possamos mandar uma mensagem de esperança, solidariedade e fazer uma renovação espiritual para superar um momento complicado como esse, que nem sabemos quanto tempo dura. Ficaremos mais meses assim porque muita gente ainda não entendeu a necessidade do respeito ao isolamento e ao bem-estar coletivo. Quanto mais demorar para entenderem isso, mais demorará para voltarmos ao normal", analisa Tico.

A live será realizada no estúdio Mobília Space e terá transmissão pelo canal da banda no YouTube, a partir das 22h do dia 14 de maio. fonte;R7A

Categoria:Intretenimento

Deixe seu Comentário